O Cafundó: Instituto de Filosofia, Cultura e Arte é uma instituição sem fins lucrativos e tem por objetivo desenvovler estudos filosóficos aplicados a casos e/ou situações parituclares da vida social, na forma de cursos de pequena ou média duração adapatados para públicos especiais, seguindo um padrão acadêmico de qualidade superior.

O Instittuto de Filosofia Aplicada – IFAP é uma instituição sem fins lucrativos e tem por objetivo desenvovler estudos filosóficos aplicados a casos e/ou situações parituclares da vida social, na forma de cursos de pequena ou média duração adapatados para públicos especiais.

khjkhjkh

This is an example page. It’s different from a blog post because it will stay in one place and will show up in your site navigation (in most themes). Most people start with an About page that introduces them to potential site visitors. It might say something like this:

Hi there! I’m a bike messenger by day, aspiring actor by night, and this is my website. I live in Los Angeles, have a great dog named Jack, and I like piña coladas. (And gettin’ caught in the rain.)

…or something like this:

The XYZ Doohickey Company was founded in 1971, and has been providing quality doohickeys to the public ever since. Located in Gotham City, XYZ employs over 2,000 people and does all kinds of awesome things for the Gotham community.

As a new WordPress user, you should go to your dashboard to delete this page and create new pages for your content. Have fun!

Artigo de honra, publicado em 1994, ao término da minha graduação em filosofia, na Revista de Filosofia do Mestrado em Filosofia da UFPB.

Aguardando conteúdo!

Autor: Silva, Bartolomeu Leite
Editora: Edufal
Classificação: Ciências Humanas e Sociais / FilosofiaCapa do livro

Este livro apresenta uma leitura da metacíritca de Hegel a Kant, na ótica de Habermas, que prepara os fundamentos teóricos da crítica do conhecimento que levou à criação da Teoria do Agir Comunicativo. Ele é resultado de um estudo específico da obra “Conhecimento e Interesse” (1968).

Disponível nas livrarias
Obs: Pedidos direto ao autor. Valor: R$ 25,00 + taxa de envio – Clique aqui!
Dados do livro: I.S.B.N.: 9788577454020
Cód. Barras: 9788577454020
Número de Paginas : 132

O projeto trata de uma leitura e interpretação de conceitos fundamentais da Conhecimento e Interesse numa perspectiva epistemológica relacionada com as questões colocadas por Habermas em Verdade e Justificação. Essa leitura tem por objetivo reaver alguns elementos deixados de lado na elaboração da pragmática formal, que, segundo Habermas, são de relevante importância no entendimento da questão verdade e justificação. São questões que estão envolvidas na teoria da ação comunicativa e que, reinterpretadas, recolocam a teoria da ação comunicativa noutra dimensão, mais apropriada e atualizadas para as questões atuais da epistemologia.. Situação: Em andamento;
Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação ( 2) / Mestrado acadêmico ( 1) .
Integrantes: Glaúcio Vinicius de Souza Alves – Integrante / Josiliny Ribeiro Alves – Integrante / Douglas Favero – Integrante / Vera Lúcia Pinto – Integrante / Ednaldo Firmino da Silva – Integrante / Bartolomeu Leite da Silva – Coordenador.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formPost comment

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formPost comment

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Deixar uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formPost comment

Depois de uma seleçao turbulenta, em que houve posicionamentos e opções erradas, a Justiça Federal prolatou sentença indeferindo o Mandado de Segurança que dava direito a matrícula dos candidatos aprovados na seleção para o Doutorado integrado em Filosofia (UFPB-UFRN-UFPB) para o período 2012.1, anulando o processo por conter “erros e vícios” capazes de macular a lisura do processo seletivo. Enfim, o Programa deverá decidir sobre novas seleções, e atentar para os critérios, a fim de que lapsos jurídicos como os que ocorreram sirvam de motivo para perda de tempo e trabalho, e impeçam a livre concorrência de candidatos.

Maiores informações podem ser obtidas na página do PPG-UFPB, apesar de ficar mais   tempo fora do que no ar: http://www.cchla.ufpb.br/posfilosofia/

Nesta seção estão disponíveis alguns arquivos que possuem caráter geral para estudantes e/ou professores de filosofia. Eles podem ser utilizados livremente, com a devida citação da fonte.
[Atenção: Se você procura textos de discipinas do período em curso, escolha o menu “Ensino”  e o período/disciplina correspondente.]

Em preparação

o autor

Saudações ao visitante, pela estrela! Estas são algumas informações biográficas resumidas deste autor. Para informações completas, considere o CV Lattes neste link AQUI!

  • Doutorado em Filosofia (2004)
    Local: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS – Brasil
    Tese: “O Conceito de Mundo Como Base Filosófica da Crítica de Apel a Habermas.” [Resumo]
    Orientador: Ernildo J. Stein.
  • Mestrado em Filosofia (1998)
    Local: Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Paraíba, Brasil.
    Dissertação: “Conhecimento e Interesse: a Metacrítica de Habermas.”[Resumo]
    Orientador: Prof. Dr. Edmilson Alves de Azevedo
  • Graduação em Filosofia Bacharelado (1993) / Licenciatura Plena (1994)
    Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Paraíba, Brasil.
    Orientador: Prof. Dr. Antonio Rufino Vieira.

Experiência profissional

Além de escolas de ensino fundamental, atuação nas seguintes Universidades, todas com ingresso via concurso público, em ordem a partir da última:

  1. UFPB – Universidade Federal da Paraíba (2008 – Campus I – Atual)
  2. UFPB – Universidade Federal da Paraíba (2007 – Campus IV)
  3. UFAL – Universidade Federal de Alagoas – (Mar-Nov/2006)
  4. UFMA – Universidade Federal do Maranhão – (1997-2006)
  5. UFPB – Universidade Federal da Paraíba – (1995/1996) – como professor substituto para Filosofia medieval

Nomenclatura da disciplina: Tópicos especiais em filosofia II
Público: Alunos do Doutorado em Filosofia UFPB/UFPE/UFRN
Alunos especiais podem se matricular? Depende da anuência do professor
Tema da disciplina: Teoria dos atos de fala – Austin e a interpretaçao de Habermas.

Programação e datas: Aguardando. Em breve estará disponível.

Estão abertas as inscrições para o PIVIC – Programa de Iniciação Científica Voluntária, vigência 2012-2013. Este programa tem os mesmos objetivos que o PIBIC, com a diferença de que o aluno pesquisador não recebe o findanciamento (bolsa). Porém, é de grande valia para os alunos qe se interessarem pelo referido programa, pois goza dos mesmos direitos e porta os mesmos valores acadêmicos que o PIBIC. Direitos como passagens para Congressos na área da Pesquisa, apresentação de trabalhos o ENIC e publicação dos resultados da pesquisa nos anais (Livro eletrônico) da PRPG. Na prática, a diferença consiste apenas na bolsa.

Vagas: 02
Prazo para inscrição: até 30 de setembro de 2012.
Local: através deste site, enviar contato para o professor manifestando interesse e disponibilidade. Clique aqui.
Projeto: “Conhecimento e Interesse” vs. “Verdade e Justificação”

A Pró-Reitoria de Pós-Graduação e Pesquisa da UFPB informa que estão suspensos os prazos para submissão de relatório final IC (2011-2012) e inscrição no XX ENIC, não tendo previsão de nova data. Estas opções no sistema online ficarão desabilitadas até que se defina um novo período.

Link da informação: http://www.prpg.ufpb.br/portal/

Estão abertas as matrículas para o mestrado em filosofia, nos dias 28 a 31 de agosto de 2012. Sobre o quadro de discilinas oferecidas, acesse o site do PPGF. Maiores informações podem ser obtidas no site no PPGF, clicando aqui.

Bem vindo ao ambiente de aprendizagem virtual Moodle. Clique no link abaixo para entrar na sala. É necessário cadastro prévio dos participantes!

 

Clique na imagem abaixo para ENTRAR!

Autor: Silva, Bartolomeu Leite
Editora: Edufal
Classificação: Ciências Humanas e Sociais / Filosofia

Este livro objetiva contribuir com uma abordagem diferente das abordagens clássicas acerca da Teoria do Conhecimento, baseando-se nas discussões de Habermas em relação à crítica que Hegel faz à Teoria do Conhecimento de Kant.

Disponível nas livrarias.
Dados do livro: I.S.B.N.: 9780000530547
Cód. Barras: 9780000530547
Número de Paginas : 39

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Este site tem por objetivo ser um canal de comunicação entre o seu autor e todos os interessados em dialogar com ele sobre assuntos acadêmicos do dia a dia. Ele contém informações referentes a disciplinas e outras atividades acadêmicas, como pesquisas, congressos, revistas, etc. Ele se coloca como espaço para troca de ideias entre o prof. e todos que, rotineiramente, se envolvam com suas atividades acadêmicas, e está aberto a sugestões de outros assuntos. Sinta-se à vontade para sugerir conteúdos, links e informações relevantes para os interessados e toda comunidade acadêmica.

Se desejar ver algumas informações do meu perfil profissional, clique aqui!

Sobre o autor: Doutor em Filosofia pela Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Professor no DF da UFPB, incluindo a Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado). Já orientou algumas dissertações de mestrado, monografias de conclusão de curso e projetos de pesquisa a nível de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq), e interagiu com muitos pesquisdores da área. Em sua produção acadêmica destacam-se a publicação de artigos com diversos temas e dois livros voltados para a filosofia do conhecimento. Já concluiu 6 projetos de pesquisa, a nível de PIBIC, com bolsas do CNPq e esteve à frente da organização de eventos de alcance internacional. Atualmente é editor associado d (UFPB).[/vc_column_text][vc_message]I am message box. Click edit button to change this text.

I am message box. Click edit button to change this text.

I am message box. Click edit button to change this text.

I am message box. Click edit button to change this text.

I am message box. Click edit button to change this text.

I am message box. Click edit button to change this text.

I am message box. Click edit button to change this text.[/vc_message][/vc_column][/vc_row]

Hans Jonas“A discussão de Jonas em torno do tema da vida vem exatamente preencher a lacuna da vaguidão dos conceitos metafísicos deixados pela filosofia da consciência, e mostrar quão prática, em tom forte, é a questão do ser em sentido biológico, vital, a ponto de encontrarmos vinculações necessárias e fundamentais com a manutenção da vida no planeta”. A constatação é do filósofo Bartolomeu Leite da Silva, na entrevista que concedeu por e-mail à IHU On-Line, analisando o legado filosófico de Hans Jonas. Para ele, esse filósofo alemão “representa uma corrente de pensamento que está consciente de que nossas relações com o meio não podem continuar seguindo os parâmetros de uma racionalidade pautada em certos princípios subjetivos, egoístas”. A vida como valor maior é o grande norte de Jonas. Sem ela “não há pergunta nem respostas, nem linguagem, nem sentidos, nem homem, nem mundo”. Crendo na possibilidade da vinda de um “homem novo”, Jonas “encontra o mundo da vida, a ética, o próximo, que pode ser qualquer um que preserve a vida, que não atente contra a vida do próximo e do planeta”.elações da humanidade com o meio não podem prosseguir subjetiva e egoisticamente, aponta Bartolomeu Leite da Silva. Atentado à vida promovido pelo “antropocentrismo ocidental” beira os limites da irracionalidade e é autofágico.

Referência: Revista IHU Online. ISSN 1981-8769. N.º 375. Ano XI. Entrevista concedida a Márcia Junges, jornalista-editora.

Continuar lendo…

Este artigo aborda a noção de paradigma de Heidegger e Habermas, comparando-os na sua estrutura e aplicabilidade a uma leitura razoável de problemas filosóficos. Nossa hipótese de leitura é que estes paradigmas estão atrelados às concepções de razão que cada qual defende, e observamos, como resultado, algumas inconseqüências da concepção de paradigma de Habermas perante a concepção de paradigma de Heidegger.

 

Referência: Cadernos de Pesquisa. Revista do Pró-Reitoria de Pesquisa e desenvolvimento tecnológico da UFMA. 0102-4175. Volume 13, número 1, 2002

Os tempos contemporâneos evidenciam uma assincronia entre as culturas particulares e a nova constituição de estado global que se instaurou com a sociedade do conhecimento. Quanto maior a expansão de possibilidades técnico-científicas, menor a influência que as concepções morais dos grupos particulares desempenham no cenário global. Todas as intuições naturais do homo faber são afetadas pelo fazer tecnológico que responde muito mais rápida e satisfatoriamente aos anseios e necessidades dos indivíduos, tanto biológica quanto socialmente. Deste modo, a atenção ao fator tecnológico parece suplantar mandamentos morais que desde outros tempos guiavam a ação e a convivência social das pessoas.

 

Referência: Discusiones Filosoficas. ISSN 0124-6127. Año 12, Número 18, Enero – Junio 2011.

 

Continuar lendo…

Título original: James Gordon Finlayson. Habermas: a very short introduction. “Summary of Habermas’s five major research programmes”. Oxford University Press.

Aguardando autorização.

O princípio responsabilidade resume, de modo geral, as concepções metafísicas de Hans Jonas em relação ao estudo das questões ontológicas que envolvem o homem e sua responsabilização ética com o meio. Para Jonas, o problema ontológico é tão original e importante para qualquer concepção de homem e de natureza quanto para toda a fenomenologia pós-kantiana, porém, com a diferença de que a pergunta pelo fundamento do ser encobre a pergunta fundamental e decisiva para a compreensão adequada do problema ético-ontologico dos tempos atuais, qual seja a pergunta pelos fins, e é sobre ela que o é dedicado o Cap. III de O princípio responsabilidade. A questão fundamental sobre os fins e sua posição no ser pode ser compreendida na medida em que se responde à questão crucial de saber se existe finalidade no mundo físico, objetivo ou somente no mundo subjetivo, psíquico.

Referência: Problemata: Revista internacional de filosofia. ISSN 2236-8612. Vol. 2, No 1 (2011)

Continuar lendo…

HusserlMundo da vida (Lebenswelt) é um tema que surge no campo de uma filosofia fenomenologicamente transformada, num cenário onde a filosofia da consciência já se despediu, ao alcançar limites e incompletudes de sua tradição. Husserl propõe uma função nova para este conceito que se situa no campo de um dado primordial da consciência, com a diferença de que o sentido estabelecido por este conceito alcança universalmente todos os sujeitos que, através de procedimentos lógico-psicológicos, compartilham a compreensão de algo, ou seja, o mundo da vida refere-se ao modo de fundamentação dos atos da consciência na Fenomenologia.

HabermasEste artigo apresenta apresenta elementos que podem ser sugestivos e indicativos para a fundamentação de uma teoria da educação a partir da compreensão do processo de esclarecimento enquanto processo de emancipação do homem na sociedade contemporânea. Sabemos que Jürgen Habermas propõe o recurso ao entendimento mútuo como meio para se chegar a um entendimento e se obter um consenso. Nossa hipótese é que este consenso, ao alcançar o nível de fundamento ético, desempenha uma papel forte na organização social, determinando certos comportamentos no nível da ação e formação de todos os concernidos. Como resultado, sugerimos que “o ato de chegar a um entendimento (Verstandigung)” seja entendido como ato pedagógico de geração de uma consciência de libertação social, na medida em que todos os integrantes do discurso devem, ou deveriam, estar conscientes das consequências e vantagens do ato coletivo de chegar a um entendimento.

Referência: Cuadernos de Educación y desarollo. ISSN 1989-4155. Vol. 3. N.º 23 (Enero 2011).

Continuar lendo…

Este artigo aponta relações conceituais fundamentais entre a obra Direito e Democracia: entre faticidade e validade com a obra Teoria da Ação Comunicativa de J. Habermas. Conceitos como indivíduo e sociedade, linguagem e acordo, entendimento mútuo e argumentação, razão comunicativa e ética do discurso, entre outros, ainda constam da argumentação de Direito e Democracia. Investigar a origem de tais conceitos constituise em um objetivo expressivo no tocante a uma compreensão evolutiva desses termos no pensamento político de Jurgen Habermas.

Referência: Pensando, Revista do Mestrado em Ética e Epistemologia da UFPI. ISSN 2178-843X. Vol. 2, No 3 (2011).

Continuar lendo…

CONGRESSO INTERNACIONAL HABERMAS 80 ANOS

PROGRAMAÇÃO OFICIAL DO EVENTO

 

 

PROGRAMAÇÃO OFICIAL DO EVENTO

 

Dia Hora Conferencista Local
16/09/2009Quarta Feira 08:00-09:30h AberturaProf. Dr. Sérgio Paulo Rouanet (BRASIL)Conferência: Habermas hoje Auditório 412 do Centro de Educação
09:30-09:40 Coffe-break
09:40-10:50 Prof. Dr. Luiz Bernado de Araújo LeiteConferência: Do ateísmo ao agnosticismo metodológico: Habermas e a religião Auditório CCHLA 411
10:50-12:10h Sessão de Mesas Redondas4 mesas simultâneas(2 auditorios CCHLA e 2 auditrorio Centro de Educação) Auditório CCHLA e Auditorio Centro de Educação

MESA 1

TEMA: HABERMAS E O PENSAMENTO INTERDISCIPLINAR

Auditório CCHLA 411

MESA 2

TEMA: AÇÃO COMUNICATIVA, ESFERA PÚBLICA E EDUCAÇÃO

Auditório CCHLA 412

MESA 3

TEMA: HABERMAS E A ÉTICA DO RECONHECIMENTO

Auditório 412 do Centro de Educação
12:10-14:00h Almoço
14:00-15:20h Sessão de Mesas Redondas3 mesas simultâneas(2 auditorios CCHLA e 1 auditrorio Centro de Educação) Auditório CCHLA 411/412Auditório 412 do Centro de Educação
MESA 4MESA 4

TEORIA DA AÇÃO COMUNICATIVA: O FIM DE UM PROJETO?

Auditório CCHLA 411

MESA 5

TEMA: HABERMAS E OS DIREITOS HUMANOS: UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR.

Auditório CCHLA 412

MESA 6

TEMA: COMUNICAÇÃO E RAZÃO COMUNICATIVA

Auditório 412 do Centro de Educação
15:20-15:30h Coffe-break
15:30-16:50h Profa. Dra. Edna G. de Goes Brennand (UFPB)Conferência: Habermas e a educação[simultânea] Auditório CCHLA 411
15:30-16:50h Prof. Dr. Jovino Pizzi (UFPel)Conferência: Habermas e o conceito de mundo da vida: sua dívida para com Husserl.[simultânea] Auditório CCHLA 412
16:50-17:10h Sessão de comunicações 1-10
17:10-19:00h Jantar
19:00-20:30h Prof. Dr. Manfredo Araújo de Oliveira (UFCE)Conferencia: É a filosofia uma Pragmática? Auditório CCHLA 411
Dia Hora Conferencista
17/09/2009Quinta feira 08:00-09:30h Profa. Dra. Bárbara Freitag (UNB)Conferência: A querela Habermas-Sloterdjk Auditório CCHLA 411
09:30-09:40h Coffe-break
09:40-10:05h Sessão de Comunicações Apresentação de 11 a 20
10:05-10:30h Sessão de ComunicaçõesApresentação de 21 a 30
10:30-12:00h Prof. Dr. André BertenConferência: A religião numa perspectiva evolucionista: Habermas e Weber
12:00-14:00h Almoço
14:00-15:30h Prof. Dr. Delamar Volpato Conferência: Consequencias da neutralização moral do procedimento jurídico em Direito e democracia Auditório CCHLA 411
15:30-15:40h Coffe-break
15:40-16:00h Sessão de comunicaçõesApresentação de 31 a 40
16:00-17:30h Prof. Dr. Rubem Mendes de Oliveira (FRANÇA)Conferência: Habermas, leitor de Heidegger[simultânea] Auditório CCHLA 411
16:00-17:30h Prof. Dr. Luiz Carlos Bombassaro (UFRGS)Conferencia: Formação humana, agir comunicativo e desenvolvimento moral.[simultânea] Auditório CCHLA 412
17:30-19:00h Jantar
19:00-20:30h Livre
Dia Hora Conferencista
18/09/2009Sexta feira 08:00-09:30h Prof. Dr. Domingo García-Marzá (ESPANHA)Conferência: Sociedad civil radical: algo más que opinión pública Auditório CCHLA 411
09:30-09:40h Coffe-break
09:40-10:00 Sessão de comunicaçõesApresentação de 41 a 50
10:00-11:20h Prof. Dr. Flávio Beno Siebeneichler (UGF)Conferência: Teoria do Agir Comunicativo: Apontamentos sobre uma quase-promessa de Habermas Auditório CCHLA 411
11:20-11:40h Sessão de comunicaçõesApresentação de 51 a 60
11:40-12:00 Sessão de comunicaçõesApresentação de 61 a 70
12:00-14:00h Almoço
14:00-15:30h Prof. Dr. Marcelo Neves (UNB)Conferência: Mundo da Vida e Esfera Pública em Habermas: Análise e Crítica Auditório CCHLA 411
15:30-15:40h Coffe-break
15:40-17:00h Prof. Dr. José N. Heck (UFGO)Conferência: A trajetória de Jürgen Habermas e o espólio filosófico de J.-J. Rousseau Auditório CCHLA 411
Encerramento

Hans Jonas e a bioética

vrg

Hans Jonas e a bioética

gg

Evento: Colóquio Habermas Debates: Teoria crítica e a questão do sujeito – Ano I

Data prevista: De 22 a 24 de Novembro de 2012.

Programação: Em formatação da grade de programação. Será disponibilizada imediatamente após a confirmação de convidados.

Financiamento: Buscando investimentos. A programação ficará disponível em breve!

Objetivo: O evento tem por objetivo promover o debate filosófico de questões pertinentes e atuais da filosofia, tendo como fio condutor o pensamento de Habermas, considerando que ele é um filósofo que engloba um vasto campo de temas e questões em relação tanto a outros autores quanto a outras teorias filosóficas. O evento tem edição anual e esta é primeira vez em que ele é realizado. Ele se origina a partir de um grupo de discussões em reuniões coordenadas por este professor, e se apoia anualmente em pesquisas efetivamente desenvolvidas por este grupo. Assim, antes de tudo o evento comporá um espaço para divulgação dos trabalhos de um grupo de pesquisdores, estudantes e professores, e se somará a outras atividades do grupo, abrindo a discussão para outras visões complementações dos trabalhos realizados, objetivando a interdisciplinaridade e intercomunicabilidade, ou seja, um diálogo efetivo com outros grupos que afins, enriquecendo a visão e as posições ora adquirirdas com a pesquisa dos temas em debate.

Público alvo: Profissionais envolvidos com a atividade filosófica acadêmico-profissional, estudantes e pesquisadores de filosofia, especialmente com temas voltado para a Teoria Crítica da sociedade.

Inscrições: Pendentes.

Informações adicionais: poderão ser solicitadas clicando clicando aqui!

Nível: Mestrado em Filosofia
Período acadêmico: 2012.2
Nomenclatura: Metafísica
Tema da disciplina: Crítica contemporânea à metafísica a partir da teoria crítica.
Natureza: Obrigatória
.::.

Downloads úteis relativos a esta disciplina:

CRONOGRAMA  /  PLANO DE CURSO

Textos/apostilas disponibilizados antecipadamente dentro do programa:

Obs.: Downloads temporariamente indisponíveis. A interessados, favor entrar em contato para liberação ocasional do download, clicando aqui.

Editando…

Descrição de resultados esperados: Mostrar a centralidade da categoria da responsabilidade como fundamento filosófico central para uma ética ambiental capaz de enfrentar a crise ambiental contemporânea, desde que pensada não apenas como princípio ou norma, mas também como virtude moral..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 3) / Mestrado acadêmico ( 2) .
Integrantes: Helder Buenos Aires de Carvalho – Coordenador / Raimunda Diva Ribeiro Caldas – Integrante / Lidiane de Sousa Marreiro – Integrante / Anderson Pinho da Silva – Integrante / Bartolomeu Leite da Silva – Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Piauí – Auxílio financeiro..

O projeto visa identificar de que maneira a argumentação presente em Direito e Democracia repousa numa tradição do pensamento de Habermas, e, seguindo essa linha de pensamento, mostrar como o autor desenvolve temas potencialmente já postos na obra Teoria da Ação comunicativa (TAC), estabelecendo relações conceituais fundamentais da obra Direito e Democracia com a TAC. Conceitos como indivíduo e sociedade, linguagem e acordo, entendimento mútuo e argumentação, razão comunicativa e ética do discurso, entre outros, ainda constam da argumentação em Direito e Democracia. Investigar a origem de tais conceitos constitui objetivo expressivo no tocante à compreensão evolutiva desses termos no pensamento político do autor pesquisado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 4) .
Integrantes: Rosicleide de Araújo Andra – Integrante / Edilza de França – Integrante / Bartolomeu Leite da Silva – Coordenador.
Número de orientações: 2.

Está disponível abaixo uma lista de relatórios obrigatórios usados pelos alunos no PIBIC/PIVIC. Esses modelos são os recomendados oficialmente pela coordenação do PIBIC/PRPG da UFPB, e contém as normas e a estrutura [modelo] estabelecidas por aquela coordenação. Aqui eles apenas são reproduzidos para fins de evitar dificuldade de encontrá-los para download pelos alunos pesquisadores. Escolha qual necessita e clique para download.

Nota: Obviamente, eles contemplam modelos de relatórios com dados e tabelas aplicáveis às ciências exatas e naturais, mas que pouco ou em nada se aplicam às ciências humanas, motivo por que devem ser adaptados.

  • Relaório parcial PIBIC/PIVIC. Download!
  • Relatório Final PIBIC/PIVIC. Dowload!
  • Ficha de Indicação de bolsista PIBIC/PIVIC. Download!
  • Ficha de substituição de bolsista PIBIC/PIVIC. Download!
  • Compromisso do pesquisador PIBIC/PIVIC. Download!

Leonardo Tavares de Sousa Oliveira. Plano: Teoria da ação comunicativa e sua fundamentação possível. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) – Universidade Federal da Paraíba.

Lucicleide Costa de Oliveira. Plano: Mundo da vida como fundamento para uma teoria da ação comunicativa. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) – Universidade Federal da Paraíba.

Glaucio Vinicius de Souza Alves. Plano: Interesse e conhecimento. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Douglas Favero. Plano: “Conhecimento e interesse” e a metacrítica. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba.

Neilton de Oliveira. Plano: Ética do discurso e lógica dos discursos práticos. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba.

Wesley Rennyer M. R. Porto. Plano: Aspectos linguístico-fundamentacionais da comunidade de comunicação: eticidade e moralidade. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba.

Gláucio Vinicius de Souza Alves. Plano: Teoria dos atos de fala versus teoria do significado. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba.

Cláudio Vasconcelos dos Santos. Plano: Dizer algo é fazer algo (Austin): Ação, fala e significados. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba.

Gustavo de Castro. Plano: O mundo social vivido: crítica de Apel a Habermas. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba.

Leonardo Tavares de Sousa Oliveira. Plano: Teoria dos atos de fala vs. teoria do significado. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) – Universidade Federal da Paraíba.

Daniel Marcolino C. de Sousa. Plano: A Ética do Discurso: Habermas e Apel. 2000. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) – Universidade Federal do Maranhão, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Josiliny Ribeiro Alves. Plano: Teoria da ação comunicativa e o mundo da vida. 2011. Iniciação Científica. (PIBIC-JR/Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Renally Walêsca Ferreira da Silva. Plano: Teoria da ação comunicativa e a comunidade de comunicação. 2012. Iniciação Científica. (PIBIC-JR/Graduando em Filosofia Bacharelado) – Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Thaisy Luana Santos Pereira de Lima. Plano: O conceito de conhecimento para Habermas. Início: 2012. Iniciação científica (Graduando em Filosofia) – Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Josiliny Ribeiro Alves. Plano: O conceito de conhecimento na modernidade. Início: 2012. Iniciação científica (Graduando em Filosofia) – Universidade Federal da Paraíba, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Jéssica Raissa Ferreira da Silva. Plano: O conceito de ciência em Habermas (2). Início: 2012. Iniciação científica (Graduando em Filosofia) – Universidade Federal da Paraíba.

[ Veja este Grupo na base do CNPq ]

O Grupo pesquisa questões de fundamentação e linguagem da filosofia ético-política contemporânea, especialmente em Jurgen Habermas e Karl-Otto Apel, incluindo temas e/ou autores afins, como direito dos cidadãos, formação da vontade política e representação, Estado e democracia, ética do discurso e sua fundamentação possível, seus fatores constitutivos (modus essendi), tendo como referência o cenário filosófico atual no nível apresentado por Habermas na obra “Direito e Democracia” (Faktizität und Geltung), onde ele apresenta a Teoria da Ação Comunicativa (TAC) em uma versão evoluída, em termos de uma democracia deliberativa.

O Grupo constitui-se como espaço para orientação de iniciação científica (PIBIC e/ou PIVIC) e de Mestrado Acadêmico para os alunos interessados em desenvolver pesquisas na área do grupo.

Atualmente o grupo desenvolve estudos regulares da obra “Direito e Democracia” (Faktizität und Geltung), com encontros semanais. As pesquisas do Grupo objetivam refletir-se também como um avanço na qualidade de monografias (TCCs) e dissertações de mestrado, bem como qualificar pesquisadores para participação em eventos científicos, tanto os promovidos pelo Grupo quanto por outras instituições, elaboração de material didático (cartilhas/manuais), traduções de textos fundamentais sobre o assunto e promoção de eventos no âmbito da UFPB.

O Projeto visa estabelecer relações conceituais fundamentais da obra Direito e Democracia com a Teoria da Ação Comunicativa, no todo e em partes. Conceitos como indivíduo e sociedade, linguagem e acordo, entendimento mútuo e argumentação, razão comunicativa e ética do discurso, entre outros, ainda constam da argumentação em Direito e Democracia. Investigar a origem de tais conceitos constitui um objetivo expressivo no tocante a uma compreensão evolutiva desses termos no pensamento político do autor pesquisado. De posse de uma compreensão conceitual adequada à fase do pensamento político de Habermas, investigar sobre elementos mediadores para a compreensão da passagem de modelos normativos de democracias correntes na teoria política, como democracia republicana e democracia liberal, para um modelo de democracia deliberativa proposto por Habermas. Esse objetivo tem importância para se compreender a possibilidade de uma democracia deliberativa nos termos em que propõe Habermas.

Participantes:

  •     Bartolomeu Leite da Silva (Docente autor)
  •     Rodrigo Antonio Iturra Wolff (Discente-participante; Mestrado)
  •     Gustavo de Castro (Discente-participante; Graduação)
  •     Claudio Vasconcelos dos Santos (Discente-participante; Graduação)
  •     Neilton de Oliveira Silva (Discente-participante; Graduação)
  •     Wesley Rennyer Martins Rabelo Porto (Discente-participante; Graduação)
  •     Glaucio Vinicius de Souza Alves (Discente-participante; Graduação)

Nosso objetivo principal é pesquisar o tema do mundo vida em Habermas e sua possível fundamentação em Husserl. Para evitarmos a simples reelaboração e descrição histórica de conceitos, tomamos como hipótese de trabalho o fato de o conceito de mundo da vida ser tomado por Habermas como base para a teoria dos atos de fala, uma espécie de palco para acontecimento das ações comunicativas. Em que termos e com que condições o tema do mundo da vida ainda está presente na elaboração da teoria da ação comunicativa  é, portanto, nossa hipótese de trabalho.
Particiapantes:
Em processo de seleção. Inscrções abertas para 01 vaga PIBIC.
Interessados, enviar contato pela página de contatos deste site.

O projeto visa investigar conceitos fundamentais da obra Teoria da Ação Comunicativa. Conceitos como indivíduo e sociedade, acordo e argumentação, razão comunicativa, mundo da vida e educação serão objetos desta pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação ( 2) .
Integrantes: Josiliny Ribeiro Alves – Integrante / Henrique Dienno Eufrazino Chagas – Integrante / Bartolomeu Leite da Silva – Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – PIBIC – Bolsa..

programa da disciplina | cronograma da disciplina

Textos a serem baixados, em ordem do último para o primeiro:

  • 4.Data: 20/04/2012. Os filósofos pré-socráticos. Autor: Reale.ESTUDANDO Download.
  • 3.Data: 30/03/2012. Que é filosofia. Autor: Antonio Rezende (org.) ESTUDADO Download.
  • 2. Data: 10/03/2012. Tipos de conhecimento. Autor: Marilena Chauí. ESTUDADO. Download.
  • 1.Data: 15/03/2012. Vocabulário básico de filosofia [ATENÇÃO: não é um texto obrigatório, mas é aconselhado para os alunos da disciplina – é uma espécie de mini-dicionário filosófico, porém bastante introdutório. Confira!] ESTUDO PERMANENTE Download.

 

Your Name (required)

Your Email (required)

Subject

Your Message